Para quem são todas as coisas?


Para quem são todas as coisas?

Desde o início do mais remoto ser, todos sem exceção ocupa um lugar no tempo e no espaço e sua existência tem um determinado fim.

Ao que muitos se enganam a morte não é o fim de todas as coisas, o ser humano é dotado de uma eternidade e esta eternidade é o tema em questão.

Tudo tem um início e um fim, somente o ser humano tem a eternidade para ser gozada em plenitude no paraíso ou de total abandono no inferno. Saiba mais

Fazer o tempo valer a pena.


Fazer o tempo valer a pena.

O prazer de aprender é algo que acontece na vida de alguém que tem como fruto em sua vida a mansidão e a humildade. Estar pronto a aprender de alguém é um exercício prazeroso para quem deseja alçar novos vôos.

Isso não vem no nascimento é algo aprendido com o tempo, pelas experiências passadas. Ao observar os resultados auferidos no caminho é que teremos a certeza de que estamos no caminho certo. Saiba mais

FELIZ ANO NOVO.


Feliz Ano Novo!!

 Feliz ano novo, adeus ano velho, assim canta todos na virada de cada ano. A expectativa é sempre de um ano melhor do que o que se encerra. Novos votos, novas promessas coisas até malucas fazem para chamar a boa sorte.

As expectativas se renovam na eminência de mais um novo ano que chega. Ainda não foi desta vez que acertaram o final do mundo, agora vão calcular outra data. Se observassem a bíblia ficaria mais fácil, pois Jesus disse:

 Daquele dia e hora, porém, ninguém sabe nem os anjos do céu, nem o Filho, senão só o Pai. (Mateus 24:36) Saiba mais

Reina o Senhor e tremam os povos


Reina o Senhor e tremam os povos

No jogo de poder em que a evolução arremeteu a todos nós numa filosofia de que o primeiro lugar é o objetivo único e só os fortes o alcançarão. Que as dificuldades só são apercebidas pelos fracos e que para vencer, primeiro tenho que acreditar que sou forte, não tem produzido bons frutos.

Cada vez mais pessoas decepcionadas com a sociedade corrupta que nos rodeiam, com seus relacionamentos, com sua posição social. Saiba mais

Se você se humilhar


Se você se humilhar…

A sociedade está corrompida e travestida de um sofisma que a arremete a vazios profundos do qual não se vislumbram possíveis retornos.

Rui Barbosa já dizia “de tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantar-se o poder nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir da honra, a ter vergonha de ser honesto”, incrível como esta frase casa com os acontecidos no dia de hoje. Saiba mais

11 de setembro ainda não foi o fim…


11 de setembro ainda não foi o fim…

Dez anos se passaram desde que as torres do World Trade Center era um complexo de sete edifícios localizado em Manhattan, no coração de Nova York, símbolo do poder e orgulho dos Estados Unidos da América, dez anos de contradições entre a busca da paz e a liberdade em todos os povos.

Neste período Saddam Hussein foi assassinado dentro da lei e normas universais, tudo resolvido pensaram os vitoriosos americanos, não ainda não, então vamos atras do Osama Bin Laden Saiba mais

Quando uma mula falar?


Quando uma mula falar?

Ela pode estar querendo te ensinar algo.

Uma coisa que ronda o coração do homem é a teimosia, a falta de entendimento e a vontade de falar dos outros é clara. Basta dar espaço sempre terá um “eu acho que”, “eu penso que” e por aí vai.

O conselho do salmista chama a atenção para este modo de vida que escolhemos… sim nós escolhemos. O fato é que se quisermos ser diferente é certo que conseguiríamos a própria palavra de Deus nos garante isso. Ela nos diz que:

Não sejais como o cavalo, nem como a mula, que não têm entendimento, cuja boca precisa de cabresto e freio; de outra forma não se sujeitarão. Salmos 32:9

Para não ser comparado a um cavalo ou uma mula se faz necessário aprender: 1º nós não somos um cavalo nem uma mula. Concorda?; 2º nós somos animais racionais, ou seja, nós pensamos. Aí consiste o segredo da transformação que precisamos para crescer como pessoa.

Balaão estava a caminho para se encontrar com um rei que lhe havia chamado por mais de uma vez. Deus consentiu que fosse atender o chamado desde que falasse ou fizesse tudo quanto Ele lhe ordenara. Partiu com a sua melhor companheira, a mula, que o servia desde longa data com toda fidelidade. A mula observou que um anjo estava a frente do caminho e tentou dizer isso a ele.

Irritado ele espanca severamente a sua companheira mula por três vezes, não agüentando tanta injustiça tem este diálogo com o seu senhor:

Nisso abriu o Senhor a boca da jumenta, a qual perguntou a Balaão: Que te fiz eu, para que me espancasse estas três vezes?

Respondeu Balaão à jumenta: Porque zombaste de mim; oxalá tivesse eu uma espada na mão, pois agora te mataria.

Tornou a jumenta a Balaão: Porventura não sou a tua jumenta, em que cavalgaste toda a tua vida até hoje? Porventura tem sido o meu costume fazer assim para contigo? E ele respondeu: Não.

Então o Senhor abriu os olhos a Balaão, e ele viu o anjo do Senhor parado no caminho, e a sua espada desembainhada na mão; pelo que inclinou a cabeça, e prostrou-se com o rosto em terra. Números 22:28-32

 O que tem te deixado tão irritado neste dia, quem você está espancando ou maltratando para justificar suas decisões erradas. Pare e pense um pouco nisso, mas se por acaso uma mula falar com você lembre-se deste episódio. Antes que isso aconteça estou compartilhando isso com você, para que da próxima vez não tenha eu que falar o que ela disse.

 Vamos ouvir a voz de Deus para não ter do que se envergonhar e ter sempre uma resposta sábia a todos quanto precisarem.

Que Deus nos abençoe.

Por: Presbítero Edinaldo da Silva

1ª IEC de Iporã – Pr.

Voltai, ó filhos infiéis, eu curarei a vossa infidelidade.


Voltai, ó filhos infiéis, eu curarei a vossa infidelidade.

Quantas vezes nossa mente se cansa da mesmice do dia a dia?

Os tempos passam velozmente e nossos sonhos parecem não serem possíveis suas realizações.

Não são diferentes as vezes que precisamos refletir sobre as decisões tomadas. Vejamos: o time de futebol não é campeão todo ano, os amigos não estão disponíveis quando preciso, a idade de hoje está muito diferente da de dez anos atrás, os filhos que eram uma espera tão ansiosa esperamos que se casasse logo, o carro novo já não aguentamos pagar os impostos, nosso cônjuge parece não ser tão atraente mais e o nosso Deus, o que dizer de Deus.

A palavra de Deus diz que Ele não muda que é o mesmo ontem, hoje e será eternamente. Mas as realidades dos nossos dias não contemplam esta realidade tudo está diferente, exatamente diferente de quando começamos. Lembro-me do pensador que dizia que tudo eram vaidade no coração do homem, este homem amado e colocado num projeto de salvação ao qual nenhuma empresa pode competir ou colocar metas que se aproximem da lógica eterna.

Pensando bem estamos a caminho do céu, pelo menos é o que nos move. Infelizmente a idéia de voltar não está muito clara em nossas mentes. Todos pecaram e estavam fora do plano de Deus, aqui começa a história minha e sua. Mas todos quanto o receberam foram chamados filhos de Deus. Aleluia!

Voltai, ó filhos infiéis, eu curarei a vossa infidelidade. Responderam eles: Eis-nos aqui,vimos a ti, porque tu és o Senhor nosso Deus.(JEREMIAS 3:22)

A visão do retorno passa pela convicção de que sozinhos não podemos chegar ao céu. Nossas decisões baseadas em nós mesmos nos levam cada vez mais longe de Deus. Para acertar o alvo eu preciso exercitar o retorno, voltar ao primeiro amor para sentir novamente a presença gloriosa do Senhor, voltar ao local onde caímos para ter como marco o começo de uma nova vida, refazer a frase para que possam ouvir apenas nossos galanteios.

Precisamos de alguém que nos aceite e que tenha a cura para nossos medos. Volte ao começo, se coloque na presença do Senhor ali está o início da vida porque o que você viveu até hoje nada poderá ser comparado ao que Ele te mostrará a partir do tempo que se chama hoje.

Bom começo, e que Deus te abençoe!

Por: Presbítero Edinaldo da Silva
1ª IEC de Iporã – Pr.
%d blogueiros gostam disto: